quinta-feira, 16 de abril de 2015

Crocantes de grão e espinafres

Redondas como trufas e levemente crocantes. Ao longe parecem doces, mas de perto são bem apaladadas. São crocantes de grão e espinafres com uma crosta preta de papoila, prontos a surpreender.


Apesar de me sentir sempre confortável com sobremesas, pequenos almoços e sancks afins, a verdade é que não me esgoto nessas coisas. Adoro salgados, e todas as possibilidades que permitem, as combinações intuitivas que dão origem a resultados inesperados e surpreendentes.

Muitos não sabem mas quando decidi começar o blog, queria fazer um blog de sobremesas. Dando o devido desconto ao início do blog, escrito de forma diferente, cm fotografias pouco apelativas mas com a vontade característica de quem inicia algo novo, nem uma semana durou esta minha ideia.

 
 E porquê? Porque cometi o erro de querer publicar todos os dias. Seria impossível ter tantas receitas, dar vazão a tantos produtos cozinhados, mas fundamentalmente, eu, a Ovelha Negra, é muito mais que bolos (se bem que adoraria introduzir aqui no blog a frase mítica "Sabe, eu é mais bolos")

Para hoje trago uma sugestão salgada, que pode servir tanto como refeição como snack, para comer depois de feitas ou para levar para o almoço, comidas frias com uma salada de couscous. 

Fica a sugestão, para uma Quinta-Feira de "Há vida para além da massa de atum", infalíveis, fáceis e amigas da carteira. Para complementar com as Coisas e Coisinhas com que a Vânia nos presenteia sempre.


Para 10 unidades

1 chávena e meia de grão de bico cozido
1 chávena de espinafres
4 tomates secos
1/2 chávena de caldo de cozedura do grão quente
Sal, pimenta e um fio de azeite
Sementes de papoila, para enrolar


Pré-aquecer o forno a 180ºC
Com um esmagador, desfaz-se o grão numa pasta consistente. Num processador, tritura-se o tomate seco com 1 colher de sopa de azeite, o caldo da cozedura do grão, sal e pimenta, e junta-se à mistura do grão. 
Com a mistura morna, adicionam-se os espinafres, grosseiramente picados, e envolve-se bem. Deixar a massa repousar por cerca de 5 minutos.


Num prato fundo, dispõem-se sementes de papoila, que vão ser a crosta dos nossos crocantes. Com uma colher medidora redonda ( a minha fiel amiga nestas situações é da Tiger), moldam-se bolinhas, que se vão passar pelas sementes de papoila.
Colocar cada bolinha num tabuleiro, sobre uma folha de papel vegetal. Depois de todas feitas, levam-se por 10 minutos ao frio para que fiquem mesmto in pack!

Levar ao forno, com o calor por cima e por baixo, por cerca de 30 minutos, tendo atenção em rolar as bolinhas a meio da cozedura, para que fiquem uniformes.


Levemente crocrantes por fora e com o sabor das sementes de papoila a dar um ar da sua graça, e a trazer os tons mais carregados. Sob a negrura da cobertura, vislumbra-se um interior cremoso, colorido e de sabor intenso.

Puramente surpreendentes.


Follow A COZINHA DA OVELHA NEGRA

21 comentários:

  1. Adorei a tua sugestão. Ficaram com óptimo aspecto.

    Beijinhos,
    Clarinha

    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.in/2015/04/crepes-gratinados-recheados-com-pasta.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Diferentes do habitual, mas sem dúvida deliciosos.
      Obrigada pela visita, e pelos comentários sempre simpáticos Clara :)

      Eliminar
  2. Adoro tudo o que tenha grão!
    Já agora, tenho uma tacinha igual :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo! O grão é das minhas leguminosas favoritas
      Oh, é difícil não ter igual (é só a prova do bom gosto de temos :) )

      Eliminar
  3. Que ricas bolinhas crocantes, adorei!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  4. Ahahaha "há vida para além da massa de atum" — adorei! E estes crocantes de grão devem ser uma autêntica delícia. Já almocei mas estou aqui (quase) literalmente a babar para as tuas fotografias...lindas, por sinal!

    Sara Cabido | Little Tiny Pieces of Me

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E há! Todas as Quintas, tanto aqui como no Coisas e Coisinhas fazemos a prova disso :)
      Obrigada Sara!

      Eliminar
  5. Já os imagino em cima de um belo prato de salada. Geniais!!
    bj
    sara

    ResponderEliminar
  6. Devem ter ficado maravilhosos. A experimentar.
    Bj
    Mom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que em breve! Depois conta como correu :)

      Eliminar
  7. Pois, eu no geral também é mais sobremesas :P E a maioria das receitas do meu blog são, agora com o whole30 é que a coisa virou um bocado.
    Essas bolinhas estão mesmo muito giras! Toooda a gente adora salgadinhos assim, e aposto que ainda adoram mais se forem tão giros como esses :) O interior é mesmo cremoso, essa tacinha aí está com um aspeto maravilhoso :) Bela receita :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mais engraçado de ver é que as receitas mais vistas daqui são as sobremesas e os pequenos-almoços, o que me leva a ter ainda mais atenção aos salgados, para torná-los igualmente apeteciveís ;)
      Obrigada!

      Eliminar
  8. Fiquei repleta e absolutamente repleta de fome, o que para esta hora não é comum ... foi aqui chegar e este requinte encontrar!
    Muito bom, adorei!
    Parabéns, parabéns! Genial!
    Grata pela partilha e inspiração!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão bom ler comentários tão simpáticos e entusiásticos :) Fico mesmo de coração cheio por saber que vos inspiro!
      Obrigada pelo carinho!
      Um beijinho, Teresa

      Eliminar